Aquecimento de espaÇOs por via de coletores solares

Os sistemas solares elétricos (fotovoltaicos) são excelentes e competitivos se instalados em massa. Os aquecedores solares de água são, por outro lado, uma tecnologia testada e altamente competitiva. O nosso futuro enquanto espécie - e a saúde do nosso ambiente - depende imenso da aplicação destas tecnologias às nossas casas e edifícios.

Ver Tecnologias solares (infográfico).

Mas o mesmo não se pode dizer do aquecimento do ar ambiente com painéis solares ar-ar - uma tecnologia que não consegue arrancar...

A ideia até é simples, e relativamente fácil de implementar: porque não usar coletores solares para aquecer o ar e o interior dos nossos edifícios no inverno, nos climas moderados e frios?

Obviamente esta solução existe, e baseia-se em coletores que podem ser colocados em paredes (verticalmente), ou em telhados, ou noutro lugar conveniente…

Trata-se obviamente de coletores diferentes dos painéis fotovoltaicos (para produção de energia elétrica) e dos coletores para aquecimento de água.

aquecimento de espaços por via de coletores solaresAo contrário destes últimos coletores eles não usam água ou qualquer outro líquido no interior de serpentinas. Os coletores solares usados no aquecimento de espaços habitacionais não têm essas serpentinas, ou células fotovoltaicas ou outros elementos sofisticados. Apenas placas absorventes de calor…

Ver: Tipos de coletores solares térmicos

Sistemas de aquecimento de espaços por via de coletores solares

Tipicamente estes sistemas envolvem um ou dois coletores solares colocados na direção do sol de inverno, numa parede ou num telhado, e podem (ou não) requerer um sistema de tubagem e de ventilação forçada, de modo a canalizar ar frio (do interior da casa) até aos coletores solares, onde o ar é aquecido e depois novamente canalizado para o interior da divisão de onde foi extraído.

Em vez de coletores podem também ser usadas placas metálicas perfuradas, de cor escura, desenhadas para absorverem calor solar. Essas placas são por norma instaladas em paredes viradas ao sol, com um pequeno intervalo a separar as placas das paredes.

Eficácia destes sistemas de aquecimento

Na prática estes sistemas são pouco utilizados, apesar de fáceis e simples de implementar e de se afigurarem como um elemento útil em estratégias de aquecimento para períodos frios, em climas com grandes necessidades de aquecimento.

As razões explicativas para esse relativo fracasso são várias:

- janelas convenientemente orientadas ao sol, e combinando com pavimentos com alta massa térmica, podem desempenhar as mesmas funções que os sistemas referidos acima.

- em casas com baixos níveis de isolamento, os ganhos de calor solar obtidos por via dos coletores solares podem facilmente perder-se por via das paredes, janelas e outros pontos do envelope da casa.

- os momentos em que os sistemas produzem mais calor não coincidem normalmente com os momentos em que as pessoas estão em casa, quando o calor é mais necessário.

- os sistemas não têm capacidade de armazenamento de calor e podem ser fator de sobreaquecimento em certos períodos (a não ser que o sistema tenha os seus próprios sensores de temperatura).

- não existe soluções estandardizadas, e os preços dos sistemas existentes são relativamente caros;

- a utilização e a configuração dos sistemas varia em função das características de cada edifício e do clima.

Conclusão

Embora possa ser útil, há que ter em conta as limitações desta tecnologia solar.

Ela requer adequados níveis de isolamento a nível das divisões em causa, condições solares e climáticas adequadas, materiais com alta massa térmica a nível dos pavimentos ou paredes (para reterem os ganhos de calor solar nos períodos em que os mesmos são injetados nas partes da casa servidas pelo sistema) e um bom desenho quer do sistema em si, quer da casa.

 

 

 

Top or Home PageConteúdo relacionado
Contents Topo .... Inicio