Moldes Isolantes para Concreto/BetÃo Armado (ICF)

Imagine moldes prefabricados de esferovite destinados a serem preenchidos com concreto/betão, de modo a formarem paredes (e por vezes tetos e pavimentos). Esses produtos existem e são designados por ICFs (Insulated Concrete Forms) em terminologia inglesa ou, se quisermos, Moldes Isolantes para Concreto/Betão, em português.

ICFs: Moldes Isolantes para Concreto/Bet�o armadoEmbora tipicamente construídos de esferovite (poliestireno expandido), eles são por vezes fabricados com outros materiais isolantes (lã mineral, madeira e produtos vegetais reciclados…), e podem variar a nível da rede interna que une as duas partes do molde, ou na espessura das duas faces desse molde, ou nas suas dimensões e formas. Ou seja, há pormenores que podem variar, e que são importantes.

Vantagens

As vantagens proporcionadas pelos moldes isolantes tipo ICF são várias. Eles estão entre as melhores soluções de construção de paredes, sob o ponto de vista térmico e funcional; eles oferecem excelente força estrutural, resistência à humidade e ao fogo, e excelente valor acústico.

Trata-se também de um tipo de construção que não coloca problemas em termos de mão-de-obra especializada, ou de treino de mão-de-obra, no Brasil ou em Portugal, já que basicamente é uma forma de construção de alvenaria. Os tempos de construção não são por isso afetados.

Preços de construção

Os Moldes em si são baratos; a construção através dos Moldes Isolantes não é mais cara que outros tipos de construção de alvenaria, de qualidade equivalente. Tudo depende bastante da espessura de concreto/betão e de pormenores associados aos revestimentos (blocos de argamassas de cimento, revestimentos cerâmicos, gesso laminado, etc.)

Eficácia térmica

As duas faces de esferovite, se suficientemente espessas, oferecem excelente capacidade de isolamento térmico: frequentemente entre 3 a 4,5 (valor R, sistema métrico), o que é excelente para paredes, em climas como os brasileiros e mesmo os portugueses.

Força estrutural

Os Moldes ICF – desenhados para serem preenchidos por concreto/betão armado – garantem excelente força estrutural; eles são excelentes para zonas de alto risco sísmico ou onde possam verificar-se ventos extremos.

Potenciais desvantagens

Embora possam proporcionar excelentes índices térmicos e resistência estrutural, estes índices dependem bastante da espessura da esferovite (ou de outros isolantes térmicos usados em lugar da esferovite) e do espaço interno das formas. E há que tê-lo em conta. Podem existir maus Moldes Isolantes.

Pormenores como os materiais que compõem a rede interna do molde são também importantes: redes em aço são uma má opção, dada a condutibilidade do aço. Redes em materiais plásticos são uma melhor opção.

Distribuição do material isolante

Tipicamente, os moldes têm 50% do seu valor térmico para o lado interior da parede, e os outros 50% para o exterior. Pode ser uma boa opção, mas há moldes com outra distribuição, nomeadamente moldes com grande parte do seu valor térmico na parte exterior da parede.

Esta última particularidade pode proteger mais a parede, mas uma distribuição 50%-50% tem também vantagens significativas, nomeadamente em climas como o português ou o do sul do Brasil, com necessidades de aquecimento: sem isolamento interior, as paredes absorverão uma parte do calor gerado internamente, o que significa maiores tempos de aquecimento em edifícios onde os sistemas de climatização são usados de forma intermitente.

 

 

 

Top or Home PageConteúdo relacionado
Contents Topo .... Início