Isolamento de Paredes pelo interior e pelo exterior & Rebocos tErmicos e placas de isolamento termico

É importante uma camada de material isolante sobre toda a envolvente do edifício (reboco térmico, em sentido amplo). Isso permite eliminar pontes térmicas, isto é, as infiltrações ou as fugas indesejadas de calor por via das vigas e de outros elementos existentes nas estruturas dos edifícios.

Pontes t�rmicasMesmo que um edifício beneficie de isolamento térmico a nível das cavidades das suas paredes e tetos (e pisos), sem reboco térmico haverá sempre transmissão indesejada de calor (ver imagem à direita, ilustrando perdas de calor, no inverno, em climas frios).

O ideal seria que todos os edifícios beneficiassem de um reboco térmico com uma espessura de 40 mm ou mais de material isolante de alta densidade (ou um reboco mais espesso, caso se utilize materiais com menor eficácia térmica/valor R).

Reboco térmico/Placas no exterior das paredes

Normalmente o reboco térmico é feito no exterior das paredes, e pode envolver placas de isolamento térmico (tipicamente placas rígidas de poliestireno extrudido, tipo Wallmate da Dow) ou material injetado (imagem abaixo). O reboco externo torna a instalação mais fácil, e contribui para a proteção das paredes.

Reboco t�rmicoAplicar o reboco térmico no interior pode ter alguns riscos: as paredes estão sujeitas a muitas pressões, e o reboco interno pode mascarar casos de infiltração de água, e provocar danos que podem ser dispendiosos.

Outras vantagens do reboco térmico externo, em obras de remodelação: o reboco não reduz os espaços interiores do edifício, e tem normalmente um impacto menor impacto a nível de modificação de elementos arquitetónicos (arquitraves, caixas de eletricidade, elementos das janelas, etc.).

Reboco térmico no interior das paredes

Há de qualquer modo – nomeadamente aquando de obras em edifícios existentes – situações em que o reboco interno é uma única via de melhorar os níveis de isolamento térmico.

E isso tem uma grande vantagem, em climas com necessidades de aquecimento: é muito mais rápido aquecer um edifício com as suas paredes (e tetos e pisos) termicamente isoladas no seu lado interior, do que fazê-lo num edifício em que isso não acontece; neste último caso, uma parte significativa do calor gerado pelo sistema de aquecimento é absorvido pelas paredes, antes de o mesmo ser transmitido ao ar ambiente.

Materiais de isolamento para reboco térmico interno e externo

Há materiais específicos para reboco térmico, nomeadamente sprays de material plástico aplicados por via de máquinas próprias. Mas é também possível aplicar produtos tradicionais, como por exemplo painéis rígidos de lã de vidro, ou fibras celulósicas, ou como foi referido acima, placas rígidas de poliestireno extrudido.

A vantagem de produtos como o poliestireno extrudido ou espumas líquidas injetadas ou pulverizadas é que eles têm normalmente uma mais alta eficácia térmica, diminuindo o espaço ocupado pelo reboco.

Há muitas empresas com produtos específicos para reboco térmico, desde pequenas empresas a grandes multinacionais como a Dow e a Basf.

A oferta é maior a nível do reboco térmico para o exterior das paredes, mas existem também vários produtos para reboco interno, incluindo placas rígidas de materiais auto-adesivos de alta densidade e boa eficácia térmica, desenhados para uma fácil instalação e para minimizarem o espaço ocupado pelo reboco.

 

 

 

Top or Home PageConteúdo relacionado
Contents Topo .... Início