Isolamento tÉrmico de apartamentos

Os apartamentos são frequentemente bastante mais confortáveis - a nível das suas temperaturas - do que as moradias, e isso apesar de frequentemente terem baixos níveis de isolamento térmico a nível de paredes, tetos e pisos. A razão explicativa é óbvia: esses apartamentos estão protegidos - a nível das suas laterais, tetos, pisos e retaguarda - por outros apartamentos.

Obviamente, nem todos os apartamentos beneficiam igualmente da proteção de apartamentos contíguos. Aqueles que estão colocados nas laterais do edifício, e têm grandes superfícies de paredes externas, ou aqueles que estão no topo no prédio, ao não beneficiarem da proteção térmica garantida por outros apartamentos, ou ao só beneficiarem dessa proteção numa escala menor, podem não ser muito mais confortáveis do que moradias com baixos níveis de isolamento térmico.

São factos a ter em conta aquando da escolha de apartamentos - factos importantes porque determinam os níveis de conforto térmico e em última análise os gastos com energia (a nível de aquecimento e ar condicionado). Tenha-o em conta. É um fator importantíssimo de escolha. Ver: Escolha um bom apartamento, fatores a ter em conta.

Nos pontos a seguir enunciam-se os princípios básicos a nível de isolamento dos apartamentos - algo que na maior parte dos casos é ignorado pelos construtores e pelos proprietários dos prédios.

Caso esteja em vias de comprar um apartamento, se este estiver apenas projetado ou em construção, tenha em conta as regras aqui referidas.

Financie você mesmo os melhoramentos em causa, a nível do seu futuro apartamento, se for caso disso. Os níveis de isolamento das paredes exteriores, pisos, tetos e paredes interiores, e a qualidade e eficiência energética das janelas são elementos fulcrais em que vale a pena investir.

Isolamento térmico dos tetos de apartamentos

Os apartamentos do último piso devem beneficiar de níveis de isolamento elevado, a nível dos seus tetos (ver Níveis de isolamento para tetos, para o caso brasileiro e português).

Nos restantes pisos isso perde importância, em parte, embora no caso português e nas regiões do Brasil com períodos de tempo frio, o isolamento dos tetos possa ser muito vantajoso. E a razão é óbvia: sem isolamento dos tetos, uma parte significativa do calor gerado a nível de cada apartamento tende a perder-se por via desses mesmos tetos.

Os materiais que compõem os tetos– concreto/betão e outros – não evitarão perdas significativas de calor, sempre que existirem diferenças significativas a nível das temperaturas dos vários pisos. E a questão está aí: a existência ou não de temperaturas muito diferentes nos vários pisos.

O ideal, na maioria dos casos, passa por níveis de isolamento relativamente ligeiros a nível da parte inferior do teto. Placas de 2 cm de um bom isolante rígido asseguram, em princípio, níveis de isolamento adequado (ver Isolamento térmico interior vs. Exterior).

Na prática, os construtores raramente consideram esse isolamento, com todas as consequências que daí advêm.

Níveis de isolamento das paredes externas de apartamentos

Se vai escolher um apartamento tenha em conta os níveis de isolamento das suas paredes externas (paredes em contacto com o sol e os elementos em geral). Essas paredes devem beneficiar de adequados níveis de isolamento térmico, sob pena de o apartamento não poder assegurar níveis de conforto razoáveis, e de ficar mais dependente de sistemas de climatização.

As regras e os valores desse isolamento são as mesmas que para as moradias e outros edifícios (ver Níveis de Isolamento para Paredes).

No que respeita às paredes internas contíguas a outros apartamentos, a situação é fundamentalmente a descrita acima para os tetos. Em termos ideais, em zonas climáticos com estações frias, há vantagem em instalar níveis ligeiros de isolamento térmico nessas paredes, na sua parte interior.

Níveis de isolamento térmico dos pavimentos

E o mesmo acontece com os pisos. Também aqui as regras são as mesmas que para os tetos, exceto para os apartamentos em contacto com o solo. Neste caso, as regras diferem em função do clima. Ver Isolamento térmico dos pisos.

Isolamento térmico A nível Das janelas

As janelas são frequentemente a área mais crítica, em termos térmicos, a nível de apartamentos. Elas devem ser adequadamente escolhidas em termos de envidraçado e esquadrias/caixilhos, e devem ser bem dimensionadas em função da sua orientação geográfica. Ver: Guia Janelas Eficientes

 

 

 

Top or Home PageConteúdo relacionado
Contents Topo .... Início