TelevisOres, computadores e eletrÓnica de lazer residencial: consumo elÉtrico e eficiÊncia

A quota-parte do consumo elétrico dos produtos da eletrónica residencial está a crescer significativamente. Só a eletrónica de lazer e os pequenos aparelhos para fins diversos (sem contarmos com os eletrodomésticos) representam hoje, em muitas habitações, 10-15% dos gastos em eletricidade.

Em parte o alto consumo da eletrónica familiar deve-se ao elevado número de aparelhos que temos nas nossas casas. Eles são tão comuns que muitas vezes perdemos a noção desse mesmo número. Há famílias com largas dezenas de produtos eletrónicos, literalmente: aspiradores, lanternas elétricas, computadores pessoas, impressoras, routers, carregadores de telemóveis, gravadores de chamadas, consolas de vídeos, secadores de cabelo, máquinas de barbear elétricas, grelhadores elétricos, facas elétricas, tostadeiras, máquinas de café, máquinas de fazer sorvete, micro-ondas, etc., etc.

Eletronica familiar consumos eletricosUma boa parte destes aparelhos gasta pouca eletricidade, mas o seu elevado número transforma-os num segmento importante dos nossos consumos elétricos. Algo que pode ser minimizado, por via de alguns pequenos truques e práticas.

Preferência por produtos energeticamente eficientes

Pequenos aparelhos podem ter consumos inimaginavelmente altos.

Considere por isso produtos energeticamente eficientes. Procure saber o consumo elétrico dos produtos que vai comprar. Muitas eletrodomésticos e eletrónica pessoal não trazem etiqueta energética, nem são classificados energeticamente, mas é muitas vezes possível saber o seu consumo elétrico, e há que tê-lo em conta e compará-lo com outros modelos e marcas.

No caso de alguns produtos envolvendo consumos elétricos mais elevados, como plasmas e aparelhos de televisão, desumidificadores, aquários, ou computadores e monitores, procure a etiqueta energética. Não menospreze os seus consumos elétricos. Estes produtos podem consumir 40-80 Reais/12-25€/ano em eletricidade, mesmo se eficientes energeticamente; algo que pode facilmente triplicar ou quadruplicar, no caso de produtos energeticamente ineficientes.

Cuidado com as compras de impulso

Seja crítico, na compra de produtos da eletrónica. Há perguntas que devemos fazer a nós mesmos, antes de os comprarmos: será que necessitamos efetivamente destes produtos? Será que eles poupam tempo e trabalho? Será que valem a pena?

Gastos elétricos em modo de espera (Stand-by)

Atenção às pequenas luzinhas vermelhas das televisões, micro-ondas, computadores, plasmas, impressoras e outra eletrónica. Elas estão muitas vezes ligadas 24 horas por dia/365 dias por ano, o que pode originar consumos muito mais altos do que os esperados.

Um plasma antigo pode gastar 3 watts em modo de espera, uma impressora 2 watts, um computador pessoal 4 watts, etc. Adicionando tudo, ao fim do mês, esses consumos contam.

Uma maneira de minimizar o problema é ligar, sempre que possível, vários produtos a uma mesma ficha, com interruptor, e desligá-los em bloco, durante os períodos da noite ou do dia em que não os estamos a utilizar.

Infográficos:
TVs a cores e acessórios: impacto ambiental e consumo energético
Equipamento audio, video, entretenimento, computadores... consumo elétrico e emissões.
Eletromésticos e produtos eletrónicos: custos anuais em eletricidade

 

 

 

Top or Home PageConteúdo relacionado
Contents Topo .... Início