Isolamento de tetos, paredes e chÃo de caves e de garagens subterrÂneas

Há ou não vantagem em isolar termicamente o teto de uma cave ou de uma garagem subterrânea? A resposta depende de vários fatores: do tipo de clima, da situação da garagem/cave, da utilização que se faz ou que se pretende fazer da mesma, e de elementos como o isolamento térmico das paredes das caves ou das garagens.

Climas quentes e outros climas

Em termos muito gerais, em climas quentes (o caso do Brasil) não há vantagem em isolar os tetos de caves ou de garagens subterrâneas associadas a moradias ou outros edifícios.

A não ser que haja zonas de infiltração de ar quente a nível das partes soterradas do edifício, as caves e as garagens têm normalmente temperaturas mais baixas do que as dos espaços superiores, pelo que tenderá a haver transferências de calor para essas caves e garagens, o que por seu turno contribui para temperaturas mais amenas a nível dos espaços habitados ou de trabalho.

Ou seja: em climas quentes, o não isolamento dos tetos e das paredes das caves/garagens pode ter um impacto térmico positivo sobre as temperaturas no interior do edifício.

Mas o mesmo não acontece noutros climas, onde as pequenas vantagens térmicas a nível do período quente do ano são suplantadas pelas desvantagens em tempo frio.

Isolamento do teto das garagens subterrâneas e de caves

Isolamento do teto de cavesIsolar os tetos de garagens e caves pode ser uma vida de impedir que o calor se transmita por via do espaço que separa essas garagens e caves das partes superiores do edifício.

Algo que pode ser vantajoso em climas frios e moderados, e que tem a vantagem de envolver um superfície menor e de ter menos custos que o isolamento das paredes de caves e garagens.

Isolamento das paredes

Ainda a nível de climas frios e moderados, o isolamento das paredes de caves e garagens subterrâneas pode ser, em alguns casos, uma alternativa ao isolamento térmico dos tetos.

Isolamento de sótão sem isolamento do tetoEsse isolamento térmico – combinado com adequada selagem das zonas de infiltração de ar, e com adequada impermeabilização das paredes – é uma forma de garantir temperaturas mais amenas a nível dos espaços inferiores de edifícios, e até a sua utilização como espaços de trabalho e de habitação.

Ver: Isolamento do interior das paredes de caves e garagens ou Isolamento externo

Materiais isolantes

As opções em termos de materiais isolantes a utilizar a nível dos tetos das caves e de garagens variam imenso. Ver, a este propósito: Isolamento térmico de pavimentos.

Placas rígidas de polistireno e poliuretano injetado são materiais de eleição a nível do isolamento de paredes de caves e garagens subterrâneas; elas são extremamente resistentes à presença de água… Ver: Isolamento de paredes internas de caves e garagens.

Cobertura do piso de caves e garagens subterrâneas

Algumas caves de algumas moradias têm pisos de terra, o que pode ser fonte de problemas, e nomeadamente de humidade e de insalubridade.

Alguns proprietários e construtores procuram superar estes problemas com a aplicação de membranas plásticas sobre o solo.

Prefira neste caso uma boa membrana de polietileno reforçado, com alta densidade. Estas membranas são particularmente duráveis e resistentes, e de fácil instalação, mas não se esqueça de que as extremidades das membranas devem ser seladas à fundação (usando poliuretano ou um material equivalente), e que as eventuais costuras do polietileno deve ser seladas com um bom selante acrílico.

 

 

 

 

Top or Home PagePáginas relacionadas
Contents Topo .... Inicio