Cortinas e estores de janelas: controle de luz e calor solar

As cortinas e estores de janelas são um elemento a ter em conta nas estratégias de climatização dos nossos edifícios. Elas podem ser bastante mais do que um mero elemento decorativo, ou um meio de controlo da luz e de radiação solar; elas podem também controlar os ganhos de calor solar. Elas podem aumentar o nosso conforto térmico e diminuir os gastos energéticos.

Tudo depende de fatores como o tipo de materiais, a sua localização (interior ou exterior) e elementos como cores ou películas refletivas especiais.

Uma veneziana com boas propriedades refletivas pode bloquear 50% do calor solar quando instalada no interior de uma janela, mas essa percentagem pode chegar nalguns casos aos 70% ou aos 80% se colocada no exterior. Uma cortina de rolo em bambu colocada no lado interior de uma janela, por seu turno, não bloqueia mais que, digamos, 20% do calor solar. São apenas dois exemplos, embora tudo depende da qualidade da janela e dos seus materiais e dimensões.

Cortinas térmicas

As cortinas térmicas têm a vantagem de terem pequenas bolsas de ar na sua estrutura, o que lhes permite funcionar com isolantes térmicos. Elas estão, por isso, entre as melhores opções de controlo interno de ganhos de calor solar.

Estas cortinas não se limitam a controlar a luz e a radiação ultravioleta, e funcionam como as persianas e cortinas de enrolar comuns.

Os seus preços não diferem muito de outra cortinas e persianas mais comuns, e apresentam-se com diferentes cores e padrões.

Cortina térmicaAlgumas destas cortinas estão também desenhadas para climas moderados e frios. Elas são capazes de se opor à transmissão de calor para fora do edifício, no inverno.

De notar que o seu valor térmico (controlo de ganhos de calor solar) varia em função dos seus materiais e da forma como se ajustam às janelas e aos seus espaços; elas não substituem películas metálicas a nível de janelas ineficientes, e sobretudo não evitam os efeitos térmicos negativos de janelas mal dimensionados e ineficientes termicamente. Ver: Guia Janelas eficientes

Cortina venezianaVenezianas

As venezianas são uma opção popular e versátil.

Venezianas colocadas no exterior das janelas (ou mesmo no interior das placas de vidro das janelas) facultam maiores níveis de sombra, e altos níveis de bloqueamento do calor solar; mas a sua colocação no exterior põe óbvios problemas de durabilidade e requre uma localização muito favorável. Questões de vento ou chuva inviabilizam, frequentemente, a sua instalação no exterior.

Cortina bambuCortinas de bambu e madeira

Elas são uma opção razoável em termos de controlo do calor solar, luz e sombra quando colocadas no exterior das janelas.

A sua eficácia diminui significativamente quando instaladas no interior das janelas. Neste caso valem sobretudo pelo valor estético.

Cortina tecidoCortinas de tecido

Elas valem sobretudo pelo seu valor estético, e pelo controle de luz e raios ultravioletas. Não têm um valor significativo a nível do controlo do calor solar.

 
Cortinas de rolo de tela solar

Cortina de rolo de tela solarEstas cortinas podem variar bastante na sua eficácia térmica. O seu grau de abertura e transparência varia imenso.

Elas enquadram-se bem em ambientes de decoração moderna, e são uma boa opção para o controlo da luz, raios ultravioleta e para garantir privacidade.

Algumas permitem também escurecer as divisões, e são as melhores para efeitos de controlo dos ganhos de calor solar. Neste caso envolvem - na face orientada para o exterior – cores brancas intensas ou uma cobertura metalizada; este tipo de cortinas são significativamente mais caras do que as mais comuns.

 

 

 

Top or Home PageConteúdo relacionado
Contents Topo .... Inicio